O consorcio é uma forma de acesso a linha de crédito para a aquisição de um bem móvel durável de maior valor, de imóvel ou até de serviços, amplamente adotado no marcado de veículos e imóveis.

A finalidade primordial do grupo de consórcios é formar uma poupança em comum, através de pagamentos mensais dos consorciados, com o objetivo de comprar um bem de valor pré – determinado.

A administradora do consórcio fará jus a uma taxa administrativa, determinando ainda alguns valores de previsão de fundo de reserva e prêmios de seguros. Não são cobrados juros nesta modalidade, pois é um plano de autofinanciamento.

Quem estiver pagando aluguel e for contemplado no sorteio, logo nos meses iniciais do consórcio, pode fazer bom negócio, pois receberá uma carta de crédito emitido pela entidade administradora, que lhe permitirá comprar um imóvel em condições equivalente à vista, propiciando assim, uma possível negociação vantajosa com a incorporadora. Neste caso, a pessoa irá se livrar do aluguel e dos juros de financiamento, arcando apenas com as taxas da administração do consórcio e as provisões.

O investidor que possuir uma carta de crédito ou de compra emitida pela administradora, adquirida via lance (valor espontâneo oferecido pelo consorciado na data da assembleia destes), ou contemplado por sorteio, poderá usá-la num imóvel pronto ou em planta (a legislação permite imóvel em planta), desde que oferecida alguma forma de garantia para o grupo e obtenha a anuência da empresa administradora, pois o bem ficará ainda alienado até a efetiva quitação de todas as parcelas do consórcio.

“INVISTA EM IMÓVEIS ESTÁ SEGURANÇA FICA”